Marieta Severo teme como vai morrer e menciona o marido: "Experiência cruel"
30/03/2024

PUBLICIDADE

Marieta Severo revelou em uma entrevista à imprensa que não tem medo da morte, mas sim de como irá morrer. A renomada atriz de 77 anos é protagonista do filme Domingo à Noite, que será lançado nos cinemas em 4 de abril e aborda justamente o processo de envelhecimento.

"No tenho medo da morte. Eu tenho medo de como a morte vai me levar. Quero que seja suave, que eu vá tranquila, sem problemas", afirmou Marieta Severo em entrevista à revista Quem. No ano passado, a atriz perdeu seu marido, o renomado diretor de teatro Aderbal Freire Filho, aos 82 anos, vítima de um AVC hemorrágico durante a pandemia em 2020.

"Vivi uma experiência muito cruel com o Aderbal. Foram três anos de sofrimento e degeneração, nos quais me questionava o porquê de alguém ter que passar por aquilo", declarou Marieta.

PUBLICIDADE

Ela acompanhou a deterioração física e mental do companheiro, com quem compartilhou quase duas décadas de vida. "Ver a consciência da finitude, o sofrimento prévio à morte, foi extremamente cruel, pois houve um momento em que ele sabia. Isso é muito difícil", relatou.

Através de sua experiência pessoal, Marieta Severo espera que a morte a leve de forma suave e tranquila, sem prolongar o sofrimento físico e mental. Para ela, é fundamental refletir sobre como queremos enfrentar este momento inevitável da vida e buscar maneiras de encará-lo de forma mais leve e serena. O filme Domingo à Noite, com sua atuação marcante, certamente trará à tona reflexões importantes sobre o envelhecimento e a finitude da vida.

PUBLICIDADE

AD
Artigo