Flash news
Puns: podem revelar que alguma coisa na sua saúde não vai bem, e jamais deve ignorar...Ver mais
03/11/2023

Vamos falar sobre os tão conhecidos “puns”. Nosso sistema digestivo constantemente contém uma variedade de ácidos, carboidratos e gorduras que estão constantemente em movimento, resultando na produção de compostos químicos.

É por isso que a presença de gases é considerada algo normal. Assim como um motor precisa liberar gases após a combustão, o corpo humano sente a necessidade de eliminá-los. Infelizmente, como sabemos, os efeitos podem ser bastante desconfortáveis, especialmente quando alguém consome uma refeição pesada, como uma feijoada, durante o final de semana. No entanto, é um fato que todos, inclusive os animais de estimação, passam por isso.

Vale ressaltar que até mesmo as plantas liberam oxigênio, ou seja, “puns”, de certa forma. Os gases presentes no nosso intestino são originados do ar que engolimos ao longo do dia e também das bactérias responsáveis pela quebra de partículas de alimentos no estômago.

Caso não saiba, essas bactérias decompõem o amido e o açúcar que nosso corpo não consegue digerir completamente, resultando na formação de gases. Uma pessoa comum solta, em média, 18 flatulências por dia. Se isso acontece com você, significa que seu sistema digestivo está funcionando adequadamente.

Além disso, muitas bactérias benéficas ajudam na conversão dos alimentos em energia. No entanto, a frequência e o odor dos gases podem ser indicativos de algum problema de saúde.

É importante compreender que…


A maioria dos gases que liberamos ao longo do dia não possui odor, o que é positivo.

Ao expelir esses gases, estamos eliminando dióxido de carbono, a mesma substância que exalamos ao respirar.

Dessa forma, contribuímos para o crescimento das plantas.

É interessante, não é?


O odor desagradável é causado pelo sulfeto de hidrogênio, um gás que possui um cheiro similar a ovos podres. Esse odor é comumente presente quando consumimos alimentos ricos em enxofre.

Alimentos como brócolis, couve-flor, leite e feijão estão entre os principais causadores do mau cheiro.

A carne vermelha também pode contribuir para um odor mais intenso.


Você provavelmente já sabe do que estamos falando.

Aquele pun que ninguém consegue ficar perto.

Acredite: puns extremamente fedidos indicam uma alimentação inadequada, resultando em fermentação excessiva no sistema digestivo.

Outro motivo pode ser o consumo excessivo de fibras.

Embora as fibras sejam benéficas para o intestino, o consumo excessivo pode levar à formação de gases com odor desagradável.

Outro aspecto importante: se você é intolerante ou sensível à lactose, a ingestão de leite e laticínios pode causar gases fatais.

Quanto ao barulho, o som em si não possui um significado relevante.

Além disso, soltar gases com frequência não necessariamente indica algo negativo.

No entanto, se você perceber um aumento na quantidade de gases liberados, provavelmente está consumindo mais alimentos que causam gases ou está engolindo uma quantidade maior de ar.

Em algumas situações, pode haver um aumento do crescimento bacteriano no intestino, o que pode resultar em um odor mais forte e em uma maior frequência de flatulências.

A desvantagem de liberar muitos puns é que se torna desconfortável, especialmente em ambientes sociais.